Hoje (20/11), a prefeitura do Rio de Janeiro, seguindo a campanha do Ministério da Saúde, promoveu o Dia D da Vacinação contra a Covid-19.

Logo cedo, a Clínica da Família Dona Zica, em São Francisco Xavier, recebeu moradores procurando a dose de reforço e a segunda dose.

O senhor Aderaldo Nunes Silva, de 61 anos, recebendo sua dose de reforço, citou: – Se tivesse uma quarta dose, eu seria o primeiro da fila. Cheguei aqui antes das 8 horas! – Disse feliz e imunizado Seu Aderaldo.

Raphaela Alves, gerente da unidade, estava com a expectativa de vacinar bastante gente. Em média, a Clínica da Família Dona Zica aplica 100 doses por dia. Durante a semana, a unidade faz parceria com a CMS Tia Alice, que fica na Vila Olímpica da Mangueira.

– Com a mudança no calendário de imunização da Covid-19, com certeza, o movimento aumentará.
Temos a expectativa de imunizar muito mais adolescentes, com a estratégia de busca ativa em escolas próximas e durante os horários de atividades na Vila Olímpica da Mangueira. – Afirmou a gerente.

Já na CMS Tia Alice, que fica na Vila Olímpica da Mangueira, o movimento foi grande. A unidade recebeu quinze jovens de um abrigo para a vacinação, logo cedo, pois as unidades hoje funcionaram das 8 às 17 horas.

Maria Eduarda, de 15 anos, fez questão de ir hoje se imunizar com a segunda dose da Pfizer. Ela e sua mãe, Cirlene de Jesus, moradoras das proximidades, ressaltaram a importância da vacinação:

– Preciso estar vacinada para voltar à minha vida normal, ir pra escola todos os dias e rever meus amigos, além de que preciso da carteira de vacinação digital (aplicativo ConecteSUS ou pelo site validacertidao.saude.gov.br) para ir ao cinema e aos parques. – Comentou animada Maria Eduarda.

A gerente da Tia Alice, Rhanna Henrique, informou que, durante a semana, imuniza cerca de 150 pessoas.

Na Clínica da Família Anna Nery, no Rocha, o movimento foi grande. Na primeira hora, cerca de 30 pessoas já estavam se imunizando, enquanto que as agentes comunitárias de saúde ligavam para os pacientes comparecerem à unidade.

Já o enfermeiro e responsável técnico Fernando Rodrigues conversava com pacientes e adolescentes na clínica, dando o seu recado: – Temos doses da AstraZeneca e Pfizer para serem aplicadas. Para a gente voltar à normalidade e para ter a imunização plena contra a covid, é preciso receber as duas doses da vacina. Você, adolescente, que ainda não completou seu esquema vacinal, venha! Compareça! Traga seus amigos e faça a sua parte.

A “Mega Vacinação”, lançada pelo Ministério da Saúde, será de 20 a 26 de novembro, para intensificar a imunização dos brasileiros, e, principalmente, para quem ainda não recebeu a segunda dose.