Ação no Jacarezinho

A Clínica da Família Anthídio Dias da Silveira, o CMS Dr. Renato Rocco e o CAPS Torquato Neto estiveram na ação de saúde de hoje (30/05), no Centro Cultural Tia Dorinha (Jacarezinho), sobre a luta antimanicomial.

O Programa Academia Carioca convocou todos os presentes para se exercitarem, mas não sem antes aferir pressão e medir a glicose do sangue.

Também participaram do evento o ambulatório de saúde mental da Policlínica Rodolpho Rocco, o CAPS AD Raul Seixas e o CAPS Infantil Maria Clara Machado.

A psicóloga, do CMS Renato Rocco e da Clínica da Família Carioca, Fabiana Solis (NASF) falou da importância da ação no Jacarezinho:

– Estamos no mês da luta antimanicomial, a ideia surgiu de forma orgânica de todos os setores, desde os ambulatórios da atenção primária da região, até os centros psicossociais. Estamos na rua, buscando estar mais próximos dos usuários. A partir da pandemia da covid, a procura pelos serviços de saúde mental tem aumentado bastante. Estamos, aqui, apresentando propostas e serviços à população. A gente quer estar junto, próximo, para que os usuários propaguem os serviços que oferecemos. – Finalizou, Fabiana.

Quem se juntou ao grupo foi o professor de jiu jitsu, Fernando Nonato (Brutus).

– O jiu jitsu não é só uma prática esportiva, é também uma forma de inclusão social e uma terapia. Vivemos num mundo muito estressante e esta prática no tatame é, muitas vezes, utilizada para extravasar e acalmar os ânimos. – Afirmou, o professor Fernando Brutus.

O evento contou com a presença das meninas do RAP da Saúde, de oficina de balangandãs, de informações sobre isenção para documentos, e orientações sobre beleza e autocuidado.

Rolar para cima
cropped-Logo-Copia

Processo Seletivo para admissão imediata e banco de reservas

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE PARA ATUAÇÃO NA ÀREA PROGRAMÁTICA 3.2