Inteligência Emocional e Foco foram os temas da capacitação na CAP 3.2

O tema de hoje foi interessantíssimo, com todos aguardando o jogo do Brasil: foco e inteligência emocional.

A capacidade das pessoas em produzir foco transforma a vida.

Por que pessoas que tiveram a mesma educação, que moraram no mesmo lugar têm trajetórias diferentes, umas com melhores resultados que outras? Hoje (02/12), na capacitação foi exemplificada técnicas, aliada à inteligência emocional, para se ter foco, para aumentar a produção e eliminar distrações.

A master trainer Sabrina Theil citou uma frase, logo no início do encontro:

– “Quem faz muito, não faz nada”. É muito difícil você ser bom em tudo, essa é a realidade. A palavra-chave é equilíbrio. Às vezes, você quer dar um passo maior e priorizar a família ou o trabalho, num dado momento, e acaba gerando desequilíbrio. Isso faz parte do crescimento. É humanamente impossível fazer tudo ao mesmo tempo e bem! – Conclui Sabrina.

Ao decidir por um caminho, automaticamente você abre mão de outro. Não podemos ter tudo ao mesmo tempo. Tem que se traçar objetivos e estabelecer o foco para a realização.

– Temos que focar no que é importante e fazer a pergunta: qual é a única coisa que ao fazê-la, vou tornar todas as outras muito mais fáceis ou desnecessárias? Isso é a busca pelo foco e onde queremos chegar. Facilita, ainda, o dizer não às coisas não importantes. – Dá a dica a trainer Sabrina.

Sabrina ainda citou o Princípio de Pareto, no qual 80% dos resultados vêm de 20% das causas (ações). É relevante identificar os 20% das ações que são necessárias para gerar 80% de retorno. Assim, produtividade não é fazer mais coisas e, sim, fazer as coisas certas.

– Focar num objetivo é adquirido com maturidade. Por exemplo, uma criança perde o foco com muita facilidade. Pessoas com mais maturidade têm a capacidade de ter mais foco. – Ensina o master trainer Leonardo Macieira.

Ter foco é produzir uma rotina de excelência para alcançar objetivos. Com foco múltiplo para produzir mudanças; com foco visionário para ter imagem das metas e objetivos; e com o foco comportamental para gerar energia e atitudes para que tudo aconteça.

“Foco é a capacidade de aproveitar as condições naturais disponíveis a qualquer um e produzir poder, gerando mudanças ao concentrar-se em um único ponto a cada momento” – Paulo Vieira.

Scroll to Top